Mudando de Nova York para Houston

Nos próximos dias, iremos republicar alguns textos que foram originalmente publicados no Blog Brasileiras pelo Mundo. E pra começar, vamos voltar ha quase 2 anos quando escrevi sobre a reação das pessoas quando eu dizia que ia me mudar de Nova York para Houston. O texto foi publicado em 19 de julho de 2013, e o link para o texto original você encontra aqui

Até a próxima!

Por do Sol em NYC

Por do Sol NYC

Alguns dias antes de me mudar de Nova York para Houston, fiz uma visita à manicure do meu bairro.

Ao terminar, a manicure sugeriu que eu secasse minhas unhas em uma daquelas máquinas que soltam ar quente. O salão possui várias máquinas alinhadas, de forma que as clientes ficam uma de frente para a outra. Na minha frente estava uma senhora, provavelmente na faixa dos 50 anos, que, para minha surpresa, puxou conversa. Os nova-yorkinos não são como os brasileiros, que puxam conversa com todo mundo. No máximo você ganha um “Hi, how are you doing today?”, mas eles realmente não esperam que você conte como está sendo o seu dia.

Mas ela fez aquele típico comentário “O clima está ótimo hoje, não? Ensolarado, adoro dias assim” e o papo começou. Nova-yorkina “da gema”, ela começou a falar de como as obras do metrô na 2ª Avenida estavam afetando o preço do apartamento dela (para baixo) e bla bla bla…tudo ia muito bem até que ela me perguntou “e você, onde mora?” Eu expliquei que morava ali pertinho, na 77 com a York, mas que em breve me mudaria.” Para onde?” ela me perguntou, curiosa…… Bem feliz da vida eu disse que estava de mudança para Houston, no Texas (afinal, Nova York pode ter o seu “glamour”, muitas atividades culturais, restaurantes maravilhosos, mas a vida de quem mora lá é bem diferente de quem vai fazer turismo – tudo é caro, vive-se num espaço minúsculo, os invernos são rigorosos, a cidade é barulhenta, e eu já não aguentava mais ficar lavando roupa na lavanderia coletiva do prédio!!!!).

Bem, sabe quando vemos em um gibi os olhos do personagem saltando pra fora (tonhonhoim!!!!)….pois é, foi assim que ela arregalou os olhos e disse “Houston? Oh My God, how terrible!”.

Naquele momento cheguei a pensar que ela estava brincando…..dei um sorriso amarelo, fiquei com aquela cara de pastel, e quase borrei a unha que ainda não estava seca…..me senti pequena, afundando na cadeira lentamente e por alguns segundos pensei comigo, nossa, ela deve ter tido uma experiência muito ruim por lá. Houston na realidade deve ser um “mocó”…… parecia que eu tinha contado pra ela que estava trocando uma cobertura com vista para o Parque Ibirapuera por um puxadinho no Capão Redondo.

Mas e tudo aquilo que havia lido e pesquisado sobre a cidade?  Houston é a 4ª maior cidade dos EUA, atrás apenas de Nova York, Los Angeles e Chicago. Possui verões bem quentes (adoro!), daqueles de fritar ovo no asfalto, mas invernos em que muitos dias você pode sair na rua com uma camiseta de manga curta. Tem uma área médica excelente, com alguns dos melhores hospitais e centros de pesquisa médica do mundo e um custo de vida muito, mas muito mais baixo do que o de Nova York.

As grandes empresas de energia têm sua sede por estas bandas, além da indústria aeroespacial (quem não se lembra da famosa frase “Houston, we have a problem”). Houston recebe gente do mundo todo, é uma cidade cosmopolita.

Resolvi então saber o motivo, talvez ela saiba de algo que eu desconheça.  “Why is it so bad?” Perguntei. Ela respondeu, como se a reposta fosse óbvia, ” Well, it is Texas”!

Realmente o norte e o sul dos EUA tem características culturais bem distintas –  houve até uma guerra civil entre estas duas regiões, entre 1861 e 1865. Uma área é predominantemente Democrata e a outra Republicana. A religião está muito mais presente na vida dos sulistas e os que não frequentam uma igreja (como eu) são parte de uma minoria. Ok, Ok, Bush pai e Bush filho do Texas vieram, mas será que isso é motivo para esta senhora achar que Houston “is so bad”?

Houston tem estado na “boca do povo” ultimamente. A BBC fez um artigo chamado “10 reasons why so many people are moving to Texas”. Metade das cidades que mais crescem nos EUA está no Texas, existe uma boa oferta de emprego e por aqui pagamos menos impostos.

Mas voltando ao salão da manicure, eu perguntei, “a senhora morou lá?” Para minha surpresa, ela disse: “No, dear, I have never been there and have no intention to go”! Naquele dia fiquei pensando no que havia ocorrido, e como as vezes criamos estes preconceitos em nossas mentes, imaginando que lugares para onde nunca fomos, podem ser “assim ou assado”.

Para se viver fora de nosso país, sair de nossa zona de conforto, temos que ser abertos, flexíveis, adaptáveis. Aproveitar o que há de melhor em cada lugar e minimizar os pontos negativos.

Respeitar as diferenças, sempre. Conhecer novos lugares com o coração e mente abertos!

If you open your mind, all the thinks you will find, lining up to get loose” do musical Sussical, em homenagem ao escritor Dr. Seuss.

E foi desta forma que viemos para Houston, gostamos, e por aqui vamos ficando.

Fotos: Monica Bateman

Ceu azul de Houston

Ceu azul de Houston

4 Comments on Mudando de Nova York para Houston

  1. Olá Monica.ri muito com essa historia, Texas é uns dos meus sonhos,será que meu esposo conseguiria um emprego até meu filho completa 5 anos e ir para escola e eu começar a trabalhar também?Quero uma vida melhor para meu filho e minha família.

  2. Gostaria de saber, depois de 1 ano, o que vc achou da mudaança? O que vc prefere? Talvez eu tenha que me mudar de New Jersey para o Texas e por enquanto o meu pensamento é como o da mulher do salão… rsrs. Abs.

  3. Excelente texto!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Gostou? Compartilhe: